quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Bispo proíbe por decreto grupos que usam Cadeias e Véus


Bispo brasileiro iniciou uma verdadeira inquisição contra os Grupos de Consagração a Virgem Maria pelo método de São Luís de Montfort que usam correntes e véus, incentivando a piedade e a modéstia(Isso sim é um grande crime para o episcopado Brasileiro). O Hilário do decreto é que o Bispo usa de toda pompa de um documento verdadeiramente ortodoxo, com citações do Código de Direito Canônico, Constituições e tudo mais. O decreto ainda proíbe o uso do nome "escravo de Nossa Senhora" além de punições para quem desobedecer. 
DOM MESSIAS DOS REIS SILVEIRA
Por mercê de Deus e da Sé ApostólicaBispo de Uruaçu-GO
DECRETO
VERUM ET AUTHENTICUM CULTUM BEATAM MARIAM SEMPER
VIRGINEM
Sobre o verdadeiro culto a Bem-aventurada sempre Virgem Maria
Aos que este nosso Decreto virem, saudação, paz e bênção em nosso Senhor Jesus Cristo.
Considerando que Maria exaltada por graça do Senhor e colocada, logo a seguir a seu Filho, acima de todos os anjos e homens, Maria que, como mãe santíssima de Deus, tomou parte nos mistérios de Cristo, é com razão venerada pela Igreja com culto especial (LG n.66)
Considerando o Cân. 1186 que diz que a Igreja recomenda à veneração especial e filial dos fiéis a Bem-aventuradas sempre Virgem Maria, Mãe de Deus, a quem Cristo constituiu Mãe de todos os homens, bem como promove o verdadeiro e autêntico culto dos outros Santos, por cujo exemplo os fiéis se edificam e pela intercessão dos quais são sustentados;
Considerando que a doutrina católica, recomenda a todos os filhos da Igreja que fomentem generosamente o culto da Santíssima Virgem, sobretudo o culto litúrgico, que tenham em grande estima as práticas e exercícios de piedade para com Ela, aprovados no decorrer dos séculos pelo magistério, e que mantenham fielmente tudo aquilo que no passado foi decretado acerca do culto das imagens de Cristo, da Virgem e dos santos. (Cone. Niceno II, em 787: Mansi 13, 378-379: Denz. 302 (600-601) ; Cone. Trident., sess. 25: Mansi 33, 171-172).
Tendo em vista que a verdadeira devoção não consiste numa emoção estéril e passageira, mas nasce da fé, que nos faz reconhecer a grandeza da Mãe de Deus e nos incita a amar filialmente a nossa mãe e a imitar as suas virtudes. (LG 67)
Considerando o Cân. 392 § 2 que diz que o Bispo deve vigiar para que não se introduzam abusos na disciplina eclesiástica, principalmente no culto de Deus e dos Santos;
Havemos por bem decretar, como de fato decretamos, que o Culto a Maria na Diocese de Uruaçu: Deve seguir o que a Tradição da Igreja ensina sobre o Culto a Maria;Para evitar quaisquer manifestações cultuais contrárias à reta praxe católica no que se refere ao Culto a Maria;
Deve evitar qualquer tipo de Consagração a Nossa Senhora que fomente manifestações contrárias à reta praxe cristã;
Que os Sacerdotes devem impedir a ereção de grupos sectários que usam sinais como: véus, correntes (no sentido estrito do termo), e outros tipos de manifestações próprias, que ao invés de promover a verdadeira Devoção a Nossa Senhora, cria-se uma devoção obscura que mais confunde do que promove piíssima devoção;
Que os Sacerdotes estejam atentos, principalmente, aos fiéis que cultivam a Consagração a Nossa Senhora sob a espiritualidade de São Luís Maria Grignion de Montfort – a qual propõe aos cristãos a consagração a Cristo pelas mãos de Maria, como meio eficaz para viverem fielmente os compromissos batismais – para que estes não desvirtuem esta bela devoção ou a resumam numa emoção estéril e passageira que não expressa a realidade e profundidade de tal espiritualidade;
Que qualquer manifestação de espiritualidades advinda de outras realidades e/ou pessoas que queiram promover estas, devem ser submetidas ao conhecimento do Pároco, o qual, encaminhará ao Bispo Diocesano que aprovará ou não sua praxe no território da Diocese;
Que o termo Escravo de Nossa Senhora não seja empregado, tendo em vista que não vos chamo escravos (õovilovç), porque o escravo (5ov2oç), não sabe o que faz seu senhor; mas Eu vos chamo de amigos”, (Jo 15,15); nem vos tenho como escravo (cSov2ov), mas muito mais do que um escravo ((ovilov), como irmão querido” (Flm 15-16).
Recordamos aos Sacerdotes e fiéis leigos o que determina o cân. 1371, 2°: Seja punido com justa pena: quem […] não obedecer à Sé Apostólica, ao Ordinário ou ao Superior quando legitimamente mandam ou proíbem alguma coisa, e, depois de avisado, persistir na desobediência (Redação dada pela Carta Apostólica sob a forma de Motu Próprio “Ad Tuendam Fidem” de 18 de maio de 1998).
Exortamos todos os filhos da Igreja a renovar pessoalmente a sua própria consagração a Nossa Senhora, e a viver este nobilíssimo ato de culto com uma vida cada vez mais conforme à Vontade Divina, e em espírito de serviço filial e de devota imitação da sua celeste Mãe.
Exprimimos, por fim, a confiança de que o clero e o povo cristão confiados ao nosso ministério pastoral corresponderão generosamente a esta nossa Exortação, demonstrando para com a Virgem Mãe de Deus uma piedade mais ardente e uma confiança mais firme. Enquanto nos conforta a certeza de que a excelsa Rainha do Céu e nossa Mãe dulcíssima não deixará de assistir todos e cada um dos seus filhos e não retirará de toda a Igreja de Cristo o seu celeste patrocínio.
Dado e passado em nossa Cúria Diocesana, aos 21 dias do mês de dezembro de dois mil e dezesseis, memória de São Pedro Canísio.
Via: Site da Diocese de Uruaçu

162 comentários:

  1. Isso não é um bispo católico! Sim um servo de satanás,influenciado pelo relativismo religioso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa meu caro, cuidado aí, você está falando de um bispo da Santa Igreja.

      Excluir
    2. Proibindo uma devoção criada por São Luís de Montgomery, praticada e fomentada por São João Paulo ii e Bento XVI, será que é mesmo bispo da Santa Igreja?

      Excluir
    3. Não meu caro. O Bispo não proibiu a devoção de "São Luis Maria Grignion de Montfort", mas pediu que ela fosse de fato observada na sua essência, sem exageros. Pois é sobretudo o coração que precisamos modificar, não nossas vestimentas apenas, ou nos acorrentarmos para provar aos outros alguma coisa, mas devemos provar a nós mesmos que podemos, devemos e precisamos do auxílio da Mãe para chegarmos ao Filho Jesus.

      Excluir
    4. Não meu caro. O Bispo não proibiu a devoção de "São Luis Maria Grignion de Montfort", mas pediu que ela fosse de fato observada na sua essência, sem exageros. Pois é sobretudo o coração que precisamos modificar, não nossas vestimentas apenas, ou nos acorrentarmos para provar aos outros alguma coisa, mas devemos provar a nós mesmos que podemos, devemos e precisamos do auxílio da Mãe para chegarmos ao Filho Jesus.

      Excluir
    5. Eu por 15 anos pertenci a Diocese de Uruaçu, ou seja, ela é minha Diocese mãe, hoje fui "adotado" pela Diocese de Anápolis, e conversando com alguns sacerdotes dá Diocese de Uruaçu, me confirmaram isso mesmo que você escreveu, ou seja, ele não proibiu o uso das cadeias, e sim o uso exagerado delas, digamos em um contexto que ele proibiu somente o uso dos véus durante as celebrações e o uso do termo "escravo"

      Excluir
    6. O documento é mais equilibrado do que me disseram, mas o uso do véu é um costume de piedade Cristã antigo e até elogiado pela Igreja. Quanto ao termo Escravo, é usado no Tratado por São Luís, inclusive largamente explicado como Escravo, no sentido de dependente da Santíssima Virgem.

      Excluir
    7. O exortação do Bispo é ponderada e visa que tenhamos uma veneração e amor por Maria conforme a Tradição da Igreja nos ensina e sempre nos ensinou. As observações de Kelly Santiago e César estão corretas e exprime tmb o que penso. Precisamos antes de nos manifestar contra ou a favor investigar e analisar os fatos com prudência sempre respeitando nossos Pastores.

      Excluir
    8. Agrada muito a Deus a obediência. É melhor errar com a Igreja do acertar sozinho. Quem obedece não erra, erra quem manda.

      Excluir
    9. Meu irmão, ele é um Bispo SIM. Por mais que não seja de minha diocese, ou do meu estado, ele é um representante de Deus,e na qual, devemos todo respeito. Sou escravo de Maria, e vejo essa manifestação sobre outro prisma: A nossa obediencia. Srr todo de Deus, requer de nós, a obediencia aos nossas postores, mesmo que acreditamos que estejam exagerando, ou errando. Criar clima de divisão, pode alimentar o que o demonio deseja. Encontrar rejeição, contrariedades, frustrações, decepções, fazem parte de todo aquele que caminha em direção a Deus, e ao céu. Mesmo que seja um representante da Igreja. Temos que acostumar com os NÃOs dessa vida. Com Certeza, quando temos olha essas nossas motivações e ELE esteja dizendo: " Mas, no primeiro tombo, já estão reclamando? No primeiro problema, já estão murmurando? O que será então, quando se apresentarem os mais fortes? O que será desses meus filhos, quando estiverem em meio a grandes tempestades? - O Bispos NÃO estar anulando a devoção a Maria. O não do Bispo, não significa nulidade do nosso amor para com Maria. O não dele, nos ajuda a ser cada vez mais diferentes, Santos. Quando olhamos para o outro, e rejeitamos aquilo que não nos atrai, devemos responder de forma diferente, amando, perdoando, servindo. Maria, sempre foi as mais pobre das criaturas, porque não queria se elevar acima de seu Filho, silenciosa, adoradora, fiel, obediente. Seguir as virtude de Maria para ser todo de Deus.

      Excluir
    10. Melhor comentário que eu li, parabéns pela humildade!

      Excluir
    11. Excelente comentário, Julio César. Vivamos a obediência!Salve Maria puríssima!

      Excluir
    12. Pelo que conheço a postura dos bispoz cnbbebistas, é provavel que este bispo seja do tipo que se descabela com uma cadeia e um veu e se apraz festivamente com procissões onde ninguém reza e um monte de maluco pula em cima de um trio.

      Excluir
    13. Salve pessoas...

      Sou de MG essa notícia chegou por aqui e tem dado o que falar...bem, sou consagrado tbm...parece que o bispo não entende bem como é a consagração, por isso fundamentou bem sua fala no CDC....Eu entendi a visão dele, em palavras simples ele tem medo da modinha de consagrar que tem acontecido em alguns lugares... Bispo ele é sempre isso é inquestionável é digno de obediência como autoridade eclesiástica que é.
      Proibir a consagração é impossível pois ela é mais invisível do que visível....então não acho que mereça tanto alarde pra essa questão...o fato é que se chegou até aqui a discussão já deve estar sendo difundida no Brasil todo...

      Paz amados...

      Excluir
    14. Sério isso... Concordo com o primeiro comentário (Felipe Luiz Mendonça).
      Isso já foi profetizado pelo próprio São Luiz Maria de Montfort.
      Esse bispo aí está sendo usado pelo diabo para perseguir Nossa Senhora. Como se ele fosse mais que São Luiz Maria, São Padre Pio, João Paulo II e etc! Ele não é ninguém comparado com esses Santos da Igreja! Se vocês babões preferem seguir um Judas Traidor do que Nossa Senhora, então vão como ele aos abismos eternos.
      Até Judas o traidor foi apóstolo do Senhor, serviu a ele, viu os seus milagres, e mesmo assim o traio, imagina o que Bispo não pode fazer também, até Lutero um dia foi monge, e mesmo assim traiu tudo,

      Excluir
    15. Felipe a tanto tempo estou com você e você não me conhece? Jo 14,9
      Veja: talvez você não tenha entendido muito bem o texto acima . Releia e reze com o texto e com sua resposta. Pois creio que realmente Jesus nos deu a Maria para que fossemos filhos dela e não escravo. Jo 19, 25-27.
      Só o conhecimento interno de Jesus te fará compreender esse Mistério de Amor. Livre... Não convém julgar sem conhecimento de causa.
      Que Deus te abençoe e não nos desampare!

      Excluir
    16. Ele é da minha diocese, olha o que realmente ele diz sobre ue os Sacerdotes devem impedir a ereção de grupos sectários que usam sinais como: véus, correntes (no sentido estrito do termo), e outros tipos de manifestações próprias, que ao invés de promover a verdadeira Devoção a Nossa Senhora, cria-se uma devoção obscura que mais confunde do que promove piíssima devoção;

      Que os Sacerdotes estejam atentos, principalmente, aos fiéis que cultivam a Consagração a Nossa Senhora sob a espiritualidade de São Luís Maria Grignion de Montfort – a qual propõe aos cristãos a consagração a Cristo pelas mãos de Maria, como meio eficaz para viverem fielmente os compromissos batismais – para que estes não desvirtuem esta bela devoção ou a resumam numa emoção estéril e passageira que não expressa a realidade e profundidade de tal espiritualidade;

      Que qualquer manifestação de espiritualidades advinda de outras realidades e/ou pessoas que queiram promover estas, devem ser submetidas ao conhecimento do Pároco, o qual, encaminhará ao Bispo Diocesano que aprovará ou não sua praxe no território da Diocese;

      Excluir
    17. Coitadinho!!! Deve estar sofrendo da Mal de Narcisismo e está se achando!!! Síndrome de arrogância e prepotência. Coitadinho!!!

      Excluir
    18. A vida cristã está cheia de pincuricaios que precisam ser descartados como impecilio para que descubramos e abracemos a vidade que liberta. O proprio Jesus foi mal interpretado e contrariado em sua vontade. Ele nao quis ser rei em vida e o tornaram rei depois da morte. Afirmou ser o caminho e fizeram dele o fim da viagem. Ele nos convidou a tomar a nossa cruz e segui-lo, e fizeram de sua cruz uma salvaçao, um porto seguro. Estar crucificado é estar DE braços e pernas atados e , portanto, sem condição de caminhar. A devoção mal compreendida transforma-se em in-ação. Deus precisa de parceiros que trabalhem de cageça herguida e conscientemente na construçao de seu reino. Escravo não tem vontade prápriam Deus nos fez filhos e herdeiros e nao escravos. Ele nos fez à sua imagem e semelhança, ou seja livres.

      Excluir
    19. QUEM É VOCÊ PARA FALAR DE UM SANTO BISPO, larga de Heresia, Bispo agiu plenamente na Graça de Deus, e guiado pelo Espirito, Serve claramente de uma exortação a viver a Pratica e a virtude do silencio e da retirada, Maria Retirava sempre dos locais, ela nunca quis aparecer, e o que vejo é muitos leigos batendo no peito dizendo ser consagrado a Maria por mero Status, e nao por Praticas, interiores... Relei-a o Tratado Abraço Deus abençoe

      Excluir
    20. Esse Bispo está muito certo, frente a fragmentação dá fé católica por pequenos grupos, o agir em defesa desta fé. Pela comunhão e não fragmentação da Igreja. Decreto certíssimo.

      Excluir
    21. Felipe, não se dirija a um Bispo dessa forma, amigo. Entendo sua frustração em ver um homem de Deus tratar um assunto tão belo dessa maneira, mas devemos orar. Vamos rezar mais, amigo. Estamos rezando pouco. Um forte abraço!

      Excluir
    22. Não é possível proibir o uso do véu. O uso do véu está na Bíblia.

      Excluir
  2. existe muitos exageros por ai das consagrações existe pessoas que colocam a consagração acima da Igreja e muitos acima de Cristo e de Deus, muitos dizem quem não usa o véu estar errado, existe muitos exageros, e na diocese desse Bispo pode estar acontecendo esses exageros ele quis corta esses exageros proibindo por algum tempo, como existe exagero de algumas pessoas da RCC que alguns bispo vem nas suas dioceses cortando certas coisas da RCC por conta de certos exageros, claro que nem todos que fazem a consagração são exagerados mas muitas das vezes muitos são e começa a colocar a consagração como o centro da sua vida em fez de por Cristo como o centro da sua vida. vejo que aconteceu exageros para esse bispo fazer isso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, meu querido... Sobretudo em nomenclaturas estranhas pra quem escuta, como por exemplo "vem pra sensala". São coisas que não tem necessidade nenhuma de se comentar tais coisas... Uma lástima.
      Por outro lado, muitos seguem o tratado como "modinha", mas depois, pelo auxílio divino, conseguem manter o equilíbrio devido. Então, creio que seja necessário um esclarecimento junto ao bispo relação ao documento feito pela diocese.

      Excluir
    2. NADA e nem NINGUÉM, a não ser nós mesmo,com a nossa livre liberdade, poderá anular o nosso SIM a Deus por meio de Maria. Precisamos de Maria, para Dela aprender amar a Deus, ser todo Dele. Essa manifestação do Bispo, não pode ser vista como algo demoniaco. As nossas motivações infantis com relação a tudo isso, pode ser obra do demonio. O NÃO do Bispo, é um SIM de Deus. O NÃO do Bispo, nos ajuda a entender, como lidamos com essas situações, e o quanto estamos disposto a ser todo de Deus. Ser de Deus, não comporta manifestações infantis, como se um doce tivesse tirado bruscamente de nossa boca, e abrimos um grande berro. Sejamos adultos, e obedecemos. O bispo NÃO pode tira o que estar dentro de nossa alma, do nosso coração, quando dizemos SIM a Deus, por meio de Maria. O NÃO dele, nos revela o quanto estamos disposto a ser obediente, á amar de verdade, a perdoar. Ou, o quanto estamos dispostos a esperar tudo isso passar. Porque, todas as coisas passam: As correntinhas passam, o véu passa. O que irá permanecer, é o nosso SIM, a nossa fidelidade a Deus. Sejamos diferente. A consagração, não pode ser uma moda que passa. A Consagração traz consigo: Cruzes, contrariedades, decepções. Sejamos diferente. Maria estar nos pedindo fidelidade e obediencia. Maria estar nos pedindo para que não desistamos das coisas facil demais, rapido demais. Saibamos esparar o tempo de cada coisa, rezando pelo Bispo, rezando o Rosario, comungando pelo Bispo. Deixem Deus fazer a obra Dele. Não somos deuzes. Somos seus filhos, e devemos ser obedientes.

      Excluir
    3. Parabéns Julio Cesar, nada neste mundo pode tirar o nosso grande amor por Maria pois ele esta em nosso coração, e nossa obediência tem que ser igual a de Maria.

      Excluir
    4. «Ver tudo, calar muito, corrigir pouco» e, antes de corrigir, rezar.
      São João XXIII

      Excluir
  3. Fim do tempos. As revelações de La Salette falam sobre isto!
    Os verdadeiros fiéis, amigos da Cruz, precisam estar firmes.
    Rezemos por nosso clero. 😖

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. existe muitos exageros nas consagrações pessoas que se consagra e fica bitolados, e com certeza isso aconteceu na diocese desse Bispo, ele pra poder por a casa em ordem fez isso, não podemos condenar o bispo sem saber realmente o motivo, eu vejo que ouvi exagero dessas consagrados, pois tem uns que faz a consagração coloca as corrente maior que o seu braço aqueles cadeados maior que tem isso e exagero.

      Excluir
    2. Nesse ponto concordo com você, que seja exagero em certas questões,devendo-se levar mesmo em conta que não é correntes e nem cadeados que irá de fato resumir a questão devocional,quanto ao uso de véus,e a forma recatada de se vestir das mulheres,está em pleno acordo com a humildade e o respeito devocional que se deve ter!

      Excluir
    3. As manifestações do Bispo, podem estar inclusa a questão de sempre procurarmos a Consagração, e não vive-la de forma correta. Queremos muito de Deus, e quanto estamos sempre em zona de conforto. Queremos muito a Consagração, mais, temos medo de amar, de sermos Santos. A Consagração, muda de dentro para fora. A Consagração a Maria, nos ensina a amar como ELA ama a Deus. A Consagração, renova a Igreja, e o nosso desejo a ser mais Santos. Precisamos encher o céu de muitos Santos. Santos que vivem radicalmente a vocação do amor. Santos que obedecem a Deus. Homens e mulheres decidido. Homens e mulheres diferentes. Chega de infantilismo, de ser vitimas. É hora de assumir o novo. Prestem atenção: Um casa divida, em crise, é sinal de que o demonio estar vencendo.Precisamos anular o mal, com amor, com perdão. Precisamos ser Santos. Precisamos amar de forma bela e ordenada. O meu sim, muda completamente todo meu ser, minhas atitudes, meu vestir, meu falar. Homens e mulheres belos em suas atitudes, transparecem a mundo, uma Igreja firme

      Excluir
    4. Júlio César sabias colocações ... temos que de fato entender , antes de julgar , silênciar , orar e ser obedientes a Santa Igreja , eu sou da Diocese do Bispo e na Paróquias os Padres estão formando os grupos de consagração Pelo Tratado de São Luís Maria Grignion de Montfort... Salve Maria Imaculada !!!!

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Abominação da desolação.
    Hoje o que é errado virou certo. O que antigamente era certo, hoje virou errado.
    EXAGERO?
    Exagero é o que "eles"bispos fazem, permitindo muitos barulhos na Santa Missa, palmas, línguas estranhas, missashow ,homens maus vestidos dentro das Igrejas, mulheres semi nuas, entre outras coisas, se fosse inumera las aqui daria um livro de heresias cometidos e apoiados pelos bispos"entre aspas".ainda se salva alguns que ainda lutam pelo respeito e a tradição católica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato muitas coisas erradas estão sendo apoiadas,o que fere liturgicamente toda a base de fé,e de um comportamento cristão digno,que se deve ter na casa de Deus!

      Excluir
    2. Essas situações nos convida a examinar toda a História da nossa Igreja e as profecias da Mulher do Apocalipse. No final dos tempos os homens não suportarão a Verdadeira Doutrina...

      Excluir
    3. Pura ignorância e abuso de poder desse (bispo) ,rezemos para que a fumaça de satanás saia de nossa igreja, bispo va cuidar do seu clero e das pastorais, salve Maria santíssima! !!!!!!

      Excluir
    4. Francisco, NÃO há nenhum exagero. Pensar assim, é dizer que o Espirito Santo não sabe o que faz. Pois, toda a manifestação do Espirito Santo,em meio as comunidades novas, tem dado a mesma, um novo ardor. São muiats pessoas voltando para a Igreja. Os primeiros Cristão agiram assim. É fato que, a Igreja com á ação do Espirito Santo, precisa alcançar os jovens dentro do seu universo. Quando não fizemos assim, o mundo faz de outra forma, e com a morte. Não sei quais as reais intenções do Sr. Bispo. Mas...pelo que leio, isso NÃO nos coloca as marges da Igreja. Pois, se assim o fosse, ele poderia decretar qualquer banimento a instituições ligadas a Igreja, bem como as religiosas que vestem seus trajes, e usam véu. O decreto do Bispo, devem abrir em nós, uma ferida de amor pela Igreja, por Deus e por Nossa Senhora. O impedimento a essas manifestações, realmente, mostram a veracidade da Consagração. Ninguém se torna contra alguma coisa, se essa não estivesse sendo verdade, e incomoda ao mesmo tempo. A devoção a Maria não cessa. O nosso amor a Maria não cessa. O Espirito Santo que é criativo, nos dá uma nova estrada: Circulos Marianos, Oração do Santo Rosarios, Novenas. São devoções que não podem ser cessadas. Quando a Igreja tentou calar Padre Pio, as pessoas começar, a rezar por ele e a Igreja.Quando a tormenta cessou, as coisas voltaram ao "normal". Creio que ele esteja fazendo errado. Mas, isso deve ser um sinal de guerra? A morte a devoção a Maria? Isso é sinal de nulidade ao amor pela Mãe? Deus quer isso de nós? Acredito que não. Uma nação Cristã, não dá brecha ao demonio. Uma nação verdadeiramente Cristã, se levanta pronta a obedecer, a ser fiel a Deus. Uma nação diferente, uma nação Sanbta, uma nação capaz de amar na radicalidade. O Bispo tem que olhar para cada um de nós, e ver verdadeiramente, que a Santidade estar acontecendo, que ,Maria estar nos ajudando, nos moldando a ser mais Santos, nos relacionamentos, no namoro, no casamento, no trabalho. Santos, e mais nada. Santos, Santos, Santos. O céu espera isso

      Excluir
    5. «Ver tudo, calar muito, corrigir pouco» e, antes de corrigir, rezar.
      São João XXIII

      Excluir
  6. A questão tem que ser levada conform determina o verdadeiro sentido da devoção mariana,tendo-se em vista que a prática se restringe ao amor de Cristo,por meio da devoção mariana,a qual está intimamente ligada as práticas e virtudes cristãs. É muito mais aceitável ver pessoas com comprtamentos recatados e comprometidas a uma prática devocional cuja finalidade é a de se evitar pecados e se comprometer a uma vida de santidade,do que estar em igrejas com comportamentos incondizentes e sem recatos no modo de vestir,agir,e se compotar devidamente na casa de Deus,sustentáculo e coluna da verdade!

    ResponderExcluir
  7. Isso é um vagabundo que não merece o menor respeito. Mas os católicos merecem, pois só choramingam em vez de enfrentarem esta crise e intimidar estes impostores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você tenha consciência que essas palavras que você proferiu foi contra um bispo da nossa igreja.

      Excluir
    2. É mais um esquerdista da CNBB, ou mais um herege travestido de Bispo, onde já se viu proibir o veu dentro de uma igreja, "Que os Sacerdotes devem impedir a ereção de grupos sectários que usam sinais como: véus,...". Porque não interfere na PUC de Goiás tomada por comunistas?

      Excluir
    3. KKKKKK Gostei Roberto e Cristiano! Falaram bem!
      Isso é um Judas!
      Excomungado pelo decreto do Santo Ofício Pio XII!


      Excluir
    4. Cristiano, ele merece SIM o nosso respeito, e nosso profundo amor. Somos chamados a ser diferente. Ser igual, alimenta divisão, e uma grande festa no inferno continua.A crise da Igreja, é falta de homens e mulheres Santos. Os escravos de Maria, devem ser profundamente Santos. Precisamos de uma nação Santa. Homens e mulheres com potencialidade maxima para serem diferentes. Se vamos seguir essa linha, com certeza, não estamos prontos para sermos escravos de Maria, imagem e semelhança de Deus. Eu, sou escravo de Maria, agora, achei iusso uma absurdo: Respondo: Achei!Devo criar uma guerra: Não. O que devo fazer: Respondo: Amar profundamente, e continuar minha caminhada. A caminhada não pode parar. O Espirito Santo é criativo, e nos leva a outros caminhos, nos quais, não podem ser fechados: Circulos Biblicos, ou Marianos, Rosario em familia, Santa Missas, uma nova geração de jovens Santos, de jovens comprometidos com a verdade. A consagração não pode ser vista somente pelo exterior, pelas roupas, mais, uma profunda e sádia mudança de vida. Homens e mulheres, renovados. Homens e mulheres, nos diversos campos, levando o perfume da Santidade: Namoros Santos, Casamentos Santos. Precisamos de uma nação Santa. O demonoio tem medo de homens e mulheres decididos. Cedo ou tarde, o Buspo vai entender que era impossivel impedir o crescimento de uma nação Santa. Meus irmãos, o céu espera por isso.

      Excluir
    5. Pobre homens, com suas linguagens torpes sobre um consagrado de Deus.

      Excluir
  8. Nossa esse Bispo está muito preocupado com exagero dos consagrado,não vejo nada de errado nas consagração ao contrário acho que ele e todo Clero católico deviam se preocupar em conquistar os católicos que todos os dias se afastam da Igreja católica e migra para as igrejas e seitas protestantes que estão aumentando cada dia mais no Brasil ,pronto falei affii .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aparecida, realmente é um exagero. Mas, creio em uma revolta sadia: Santidade. O Bispo nos abriu uma porta certa que é a causa da verdadeira Devoção. Ninguém consegue ser contra algo, se esse mesmo não tiver certo, e incomodando. O Bipso olha realmente, qual a posição dos escravos diante dessa manifestação: Será que estamos realmente agindo como Maria? Será que estamos prontos a amar com toda radicalidade?Será que estamos pronto a perdoar, como Deusn perdoa? Que tipo de Consagração que busquei? Somente para carregar uma correntinha, e vestir um véu de aparencias? Ou, estamos dispostos a viver a radicalidade do Evangelho. A nossa determinada determinação de querer sermos uma nação forte e Cristã, nada pode nos anular. Devemos encher a Igreja todos os dias, comungar, rezar o terço, fazer novena nas casas, continuar, continuar, continuar, continuar até o final, sem saber quando irá acabar. Sermos firmes até o final. Homens e mulheres de profunda oração. Oração, oração, e Deus abrirá as portas. Homens e mulheres que não desistem de nada. Homens e mulheres unidos.Uma nação forte. Até o final.

      Excluir
    2. sim julio, realmente quando eu pensei em me consagrar me preocupei para não cometer esse exagero, mas não justifica as colocações do texto do senhor bispo, primeiro ponto é, esta havendo exagero, que fosse criado uma catequese para orientar todas as pessoas que quisessem se consagrar, e que todos so se consagrassem se estivesse feito essa catequese, mas pelo que eu entendi é que fica mais fácil ditar um decreto proibindo o que uma consagração reconhecida por pastores da igreja com maior autoridade que ele aprovaram(papas).E também alertando a muitos que tomemos cuidados, ficamos com tanto medo e covardia de ter a nossa opinião contraria a um padre, ou um bispo, esquecendo que ele também é um ser humano que não é insento de erros.
      querendo ou não o texto do decreto fica a pergunta, qual o padre vai jugar o coração de um consagrado pra afirmar e ele é um verdadeiro ou não, vai ser julgamento pela opinião dele?
      com todo o respeito ao senhor bispo, acredito que foi um decreto precipitado!
      josé ailton

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Não conheço a realidade da Diocese de Uruaçu. Entretanto, a maneira como esse decreto está escrito, e para quem se dirige, me parece sectária. Pois existem muitos outros problemas dentro da Igreja, principalmente Litúrgicos que deveriam ser corrigidos, e não o simples fato de usar véu ou se vestir com modéstia, os usar uma corrente.
    Uma pergunta, Maria ao falar com o anjo, que palavra ela usou? Serva do Senhor. Acho que o termo mais interessante seria usar esse termo, ao invés de escravo.
    Mas enfim, acho que temos outras prioridades na defesa dá fé, ao invés de estar preocupado com um movimento dentro da Igreja que está crescendo.
    Paz e Bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já leu o Tratado? O termo Escravo é usado por São Luís. E largamente explicado como dependência do Amor e do Auxílio da Santíssima Virgem. Quem realmente se consagrou com boa preparação e não por "modinha", sabe o que se praticou. E quem tiver boa vontade também irá entender. Esse Bispo poderia fazer um decreto desse citando o CDC contra a maçonaria, aborto, etc...

      Excluir
    2. O escarvo Nuno, é sempre servo. O pecado causou em nós, uma profunda ferida de arrogancia. Achamos que tudo sabemos, dominamos, e por isso, estamos como estamos, porque não queremos que Deus reine. A escravidão, nos leva a permitir que Deus reine em nossa vida. A escravidão, nos ensina o humilde caminho para a Santidade. Eu, Julio Cesar, por mim mesmo, NÃO tenho condições de caminhar sozinho, preciso da ajuda da Mãe. Deus viu em Maria, o que não conseguiu ver em criatura alguma. O que ELE viu em Maria, e o que fez se inclinar para ELA, Eu, assim o desejo, para ser mais Santo, para poder mais amar. Enfim, precisamos nos unir em profunda oração. Deus vai agindo nas orações, e nos corações desejosos de mudanças, e não em caminhos de divisão. O mundo precisa de Santos. O mundo, o Brasil, precisa de homens e mulheres com disposição a fazer a diferença. A diferença, estar na Santidade. Sem Santidade, nada se conquista, nada se renova. Sem Deus, somos um bando de tolos gritando, e o demonio rindo de nossas atitudes. O muindo precisa de Santos, e não de tolos. Um nação Santa, não para em detelhaes, ela continua firme, porque o amor de Deus é mais importante do que tudo. Porque o céu é uma realidade que nos aguarda

      Excluir
    3. Maria não usou a palavra "serva", porque ela não falava português. O texto original grego diz "doulé", a tradução latina oficial da Igreja fala em "ancilla"; ambos os termos significam escrava.

      Excluir
  11. me parece vazio os motivos de proibir o uso dos sinais principalmente o véu! ate onde eu sei o uso do véu não tem relação com a consagração diretamente pois é um habito incentivado pela igreja a muito tempo! é u sinal de respeito e piedade e utilizam aquelas que sentem o desejo no coração!! quantos as correntes acredito sim que existe um certo exagero por parte de alguns, mas não devemos generalizar! agora ao invés de proibir que tal propagar e cobrar que seja incluída uma catequese maior nas preparações uma parte catequética sobre a igreja uma preparação melhor um estudo! Proibir algo inspirado a um Santo não me parece uma solução mas sim um sinal de divisão e de conflitos dentro da própria igreja onde deveria haver esclarecimento e paz! Se foi inspirado um Santo errado com certeza não é! então ensine o correto ao invés de proibir!

    ResponderExcluir
  12. Na boa, tem coisas MUITO MAIS GRAVES acontecendo dentro da Igreja, que vão muito além de mero exagero devocional, mas tratam de verdadeira ofensa a liturgia e até mesmo a doutrina da Igreja. Pra isso não fazem decreto nenhum! Rezo para que Nossa Senhora cubra de bênçãos o bispo autor do infeliz decreto e que o menino Jesus abra o seu coração neste natal!

    ResponderExcluir
  13. A Igreja sendo perseguida, nada fora do normal. Sao Luiz Maria criou a devoção por inspiração do espírito santo. Com todo respeito mas muitas "costumes paroquias" estão deixando a essência tradicional da igreja indo pro ralo. Fico indignado pq tem tanta coisa pra se preocupar dentro da igreja e eles vem proibir isso? A pelo amord. Deveriam fazer uma reforma nessa igreja que nao são tradicionais que nao seguem a liturgia direito, que tenta. relativizar pra nao perder fieis. Nossa. A escravização à Jesus por intermedio de Maria, não deve ser proibida.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Rezemos e dobremos os joelhos! Isso se mostra claramente como perseguição e já foi previsto nas aparições de Nossa Mãezinha e inclusive por São Luiz. Chegar ao ponto de se fazer um "decreto" sim denomina perseguição. O termo escravo foi usado pela própria Virgem Maria na tradução original dá Bíblia. Nesse decreto fica claro a proibição de véu e corrente (pois não especificou o tipo de corrente se discreta ou chamativa) e orientou "vigiar" os devotos.

    Alerta e oração católicos. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  16. Usar anel de Tucum devia ser proibido pois está virando modinha entre o pessoal da Teologia da Libertação.

    ResponderExcluir
  17. Usar anel de Tucum devia ser proibido pois está virando modinha entre o pessoal da Teologia da Libertação.

    ResponderExcluir
  18. Como todo comentário de rede social que muitas vezes não sabemos seu real sentido e teor e alimentamos ofensas e rancores, penso apenas o seguinte: 1. Moramos na diocese de Uruaçu? Sabemos o que o referido bispo está enfrentando? Se a resposta for NÃO, não nos cabe fazer nenhum julgamento sobre o caso. Se a resposta for sim tenho o seguinte questionamento: 2. Você faz parte de algum movimento desses questionado pelo bispo? Se a resposta for NÃO, não nos cabe nenhum julgamento. Se for sim, lanço a terceira questão: 3. Você tem cometido isso que o referido bispo chama de "abuso"? Se a resposta for NÃO, continue com sua sadia devoção, se a resposta for sim e você, somente você, se sentiu ofendido por estas palavras que ele proferiu, sugiro que marque uma audiência com ele e exponha seus pensamentos. Destilar ódio em rede social não nos levará a nada. Vai ser igual ao que vi nas manifestações estes dias: "Dou total apoio ao juiz Sérgio Mouro". Não sabe nem o nome do cidadão e diz que apoia sua causa. Penso que só devemos opinar se realmente temos a ver com o que está sendo dito. E não opinar aqui destilando ódio, mas procurar o referido bispo.

    ResponderExcluir
  19. Junto com Maria nada temo. As dores, a fé e humildade da Virgem Maria nos capacita para combater todas as adversidades...

    ResponderExcluir
  20. isso é apenas uma cultura antiga que ainda querem se submeterem e viverem como refugio, na igreja primitiva Tertuliano, um líder da igreja que viveu nos anos 160–222 d.c. escreve que não só as mulheres casadas, senão também as virgens usavam o véu nas igrejas que foram estabelecidas na época apostólica. Outro líder cristão da antigüidade, Crisóstomo, testemunha que em sua época também todas o levavam. Porem nessa época nem o nome Deus era permitido ser pronunciado;"vamos deixar de pronunciar hoje?" vejam que esse uso de véu era apenas uma maneira de submissão com as mulheres que precisavam se desdobrar para serem reconhecidas como pessoa humana. Não sendo contra ao que diz 1 Corintios 11.2–16: "

    2 Ora, eu vos louvo, porque em tudo vos lembrais de mim, e guardais os preceitos assim como vo-los entreguei.
    3 Quero porém, que saibais que Cristo é a cabeça de todo homem, o homem a cabeça da mulher, e Deus a cabeça de Cristo.
    4 Todo homem que ora ou profetiza com a cabeça coberta desonra a sua cabeça.
    5 Mas toda mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta desonra a sua cabeça, porque é a mesma coisa como se estivesse rapada.
    6 Portanto, se a mulher não se cobre com véu, tosquie-se também; se, porém, para a mulher é vergonhoso ser tosquiada ou rapada, cubra-se com véu.
    7 Pois o homem, na verdade, não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus; mas a mulher é a glória do homem.
    8 Porque o homem não proveio da mulher, mas a mulher do homem;
    9 nem foi o homem criado por causa da mulher, mas sim, a mulher por causa do homem.
    10 Portanto, a mulher deve trazer sobre a cabeça um sinal de submissão, por causa dos anjos. contudo analisem o contexto da época. para que véu hoje? e 1 cor. continua. 14 Não vos ensina a própria natureza que se o homem tiver cabelo comprido, é para ele uma desonra;
    15 mas se a mulher tiver o cabelo comprido, é para ela uma glória? Pois a cabeleira lhe foi dada em lugar de véu.

    ResponderExcluir
  21. Bom dia irmaos

    Gostei demais dessa noticia, no curso de consagracao foi falado sobre isso, sobre as praticas exteriores. No capitulo VIII, Praticas Particulares desta devoçao, vem falar como funciona estas, e como o consagrado deve se portar.
    "226. Se bem que o essencial desta devoçao consista no interior, ela conta tambem praticas exteriores que é preciso não negligenciar...tanto pot que as praticas exteriores bem feitas ajudam as interiores, como porque relembram ao homem, que conduz sempre pelos sentidos, o que fez ou deve fazer; tambem por que sao proprias para edificar o proximo que as vê, o que já não acontecem com as praticas puramente interiores. Nenhum mundano, portanto, critique, nem meta aqui a o nariz, dizendo que a verdeira devocao está no coracao, que é preciso evitar exterioridades, que nisto pode haver vaidade, que é preferivel ocultar cada um sua devoçao".

    Agradeco a bart por ter compartilhado essa noticia conosco, por que foi muito enriquecedora pra mim, que sou um ESCRAVO de Maria. Lembrei de Mylla, quando ela postou no grupo há um tempo atras, sobre esta questao da consagracao, onde o Padre Paulo Ricardo fala sobre o tema, e aborda esta questao," a consagracao esta virando modinha", nao conheço a diocese do Bispo, entao nao posso falar como estao as coisas la, mas o certo é que a atitude do Bispo foi intrigante pra mim, como assim proibir, o legal dessas noticias é os comentarios a cerca dela. Mas resumindo isso tudo temos que estar juntos na fé, sendo consagrados ou não, usando correntes ou não, optando por véus ou não, o que NÃO podemos é deixar o inimigo minar nossas igreja, tentado nos desunir, e fazer com que fiquemos uns contra os outros.
    Somos todos catolicos, seguimos a mesma fé, a mesma igreja, o mesmo Deus, temos a mesma Mãe, mas somos diferentes, cada um com seu pensamento, mas estamos ligados pelo mesmo Cristo.

    ResponderExcluir
  22. Creio que devemos ir devagar nas nossas manifestações, porque é isso que o demonio deseja: A divisão. Acontece que, esquecemos que o caminhar Cristão, é feito de desafios, e contrariedades. Quem nos garantiu que seria fácil ser todo de Deus? Quem disse que não haveria problemas? Os problemas existem, para nos dizer realmente quem somos, a partir das reações que iremos ter. Ter ou não, nesse exato momento,a correntinha, não anulará a nossa Consagração a Maria. Pois, a Consagração, estar em nosso SIM a Deus. Claro, deveriamos encontrar na Igreja, um apoio. Mas, se não o encontramos, não será por isso que vamos desanimar, e criar uma guerra. É isso que o demonio deseja. Veja, como estar o decrato: Que os Sacerdotes devem impedir a ereção de grupos sectários que usam sinais como: véus, correntes (no sentido estrito do termo), e outros tipos de manifestações próprias, que ao invés de promover a verdadeira Devoção a Nossa Senhora, cria-se uma devoção obscura que mais confunde do que promove piíssima devoção - Agora, a nossa devoção a Maria deve acabar? O decreto não diz nada com relação a isso. Ser todo de Maria, para ser todo de Deus deverá ser anulado? Acredito que não. Nada melhor que a obediencia. Ou, será que dentro de nossa familia, encontramos sempre alguém disposto a nos aceitar? A vida é assim, e assim, devemos caminhar. Os Santos passaram por isso, porque não iremos passar. São Padre Pio passou por isso, e nos deu um belo exemplo de obediencia, mesmo não concordando com tais manifestações de seus irmãos. Vamos respeitar, amar e perdoar. O nosso coração é de Maria. O nosso coração, será moldado para ser todo de Deus.

    ResponderExcluir
  23. Me parece que o bispo quis acertar, mas agiu de forma surperficial se deixo conduzir pela aparência, e pelo que vê do que pelo essencial da devoção. Acredito que ele deveria pelo menos ler o tratado e a parti dos escritos desenvolver uma catequese. Se ele tivesse estudado o tratado teria encontrado nas palavras de São Luiz argumentos suficientes para corrigir os abusos que possam estar acontecendo em sua diocese. Para mim fica nítido que a decisão episcopal é surperficial e impositiva e não preocupada com a salvação daqueles que porventura possam estar se desviando de Cristo por trás de falsa devoção.

    ResponderExcluir
  24. Acho q o Bispo não se Equivocou.. com certeza deve estar acontecendo muitos exageros na Diocese dele, como cadeias muito grandes e colocar Maria Santíssima acima de Jesus.. isso é Inaceitável.. e a Respeito do Véu, se pesquisarem sobre isso.. o véu era usado para as mulheres não chamarem atenção, hj em dia o véu faz o Contrário .. se uma mulher usar um Veu na Missa as vzs as pessoas prestam mais atenção nela do q na Missa, pq hj em dia é Incomum.. por isso ele deve ter proibido..

    ResponderExcluir
  25. Penso que uma devoção tao forte deve sofrer perseguição, fou assim no passado e sera assim daqui adiante. Só que vivenciou momentos de intimidade com Deus e com a virgem Maria pode agir com serenidade e paciencia em casos como esse. Exemplo de persegçqo maior foi o da Rcc a anos atras, a mesma igreja que a condenou, proibiu e questionou é a mesma que por varios documentos anos depois a saudou e a elevou. Saibamos que na paciencia Deus fará aos que hoje condenam serem testemunhas no futuro.

    ResponderExcluir
  26. Nossa...complicado e muito complexo isso...de fato não acho tão certa a proibição deste Bispo...pode ter sido uma atitude precipitada baseada em alguma experiência que ele teve...enfim difícil julgar...porem entendo o pensamento...pois infelizmente tem muitas pessoas que aderem a consagração pelo método de São Luis como pura e simples "modinha", pessoas que não entenderam de fato o verdadeiro sentido de ser escravo de Maria...pessoas que acham que o véu e a cadeia já é garantia de céu. enfim...mas é justamente por isso que não apoio a decisão, por que não é uma atitude geral...tem sim pessoas que fazem da consagração um verdadeiro sentido de vida, que são testemunhas sobretudo de Maria na caminhada de fé...mas...vamos rezar para que tudo entre nos eixos...

    ResponderExcluir
  27. ele está certo em evitar práticas neuróticas e alienadas na Igreja. Já existem muitas. Parabéns a esse Bispo.

    ResponderExcluir
  28. Engraçado que o bispo, que é a Igreja na Diocese, quando nao responde às praticas devocionais do povo sempre está errado. Agora me digam, sera que ao invés de vestirem o véu vcs nao deveriam se vestir da santa humildade e obediencia?

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. O chão do inferno está pavimentado com crânios de bispos. (Santo Atanásio)

    ResponderExcluir
  31. Sou, além de consagrada pelo método Montfort, do Movimenta Sacerdotal Mariano, ao qual Nossa Senhora me quis participante. O que mais preocupa Maria é a unidade de Nossa Igreja, a fidelidade aos nossos padre e bispos. Precisamos orar por eles!! Alguém tem rezado?! Oi temos apenas apontado os erros da Igreja? Sabemos quem é o acusador! E vamos segui-lo?! Maria pede que rezamos, pois eles são "filhos prediletos". Que não o abandonemos!! Se considerar algo errado, reze pelo bispo. Deixe Deus agir. Se o véu escandalizar o meu irmão, eu tiro o véu. Se a corrente escandalizar meio irmão, se parecer que sou melhor por usa-la, eu tiro a corrente, que uso apenas para me lembrar que sou de Maria. Então, o Espírito Santo me lembrará. Meu coração, formado por ela, jamais a esquecerá!! Muitos que defendem nossa Igreja hoje, repetem o erro de Lutero!! Ele também tinha reta intenção diante de uma Igreja afastada de Cristo... Mas, vejam o resultado: uma Igreja dividida, que fere os corações de Jesus e de Maria!! Se somos de Maria, cadê a obediência, como muito bem disse Júlio César?! Oração, irmãos, para pedir que o Espírito Santo nos guie.

    ResponderExcluir
  32. Falta de equilibrio cristão, do bispo, ele deveria chamar pra um esclarecimento da cituação antes de comover este decrete, e antes de tudo si preocupar com situação mas importantes de sua diocesse.

    ResponderExcluir
  33. Acho que o Bispo foi infeliz em considerar a devoção Monfortina como Sectarista. É uma acusação muito pesada que recai muito forte sobre São Luís de Grignion, São João Paulo II , e sobre o Santo Padre Emérito Bento XVI. Será que ele os consideram Sectaristas?

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Cân. 214 -- Os fiéis têm o direito de prestar culto a Deus segundo as prescri ções do rito próprio aprovado pelos legítimos Pastores da Igreja, e de seguir umaforma própria de vida espiritual, consentânea com a doutrina da Igreja.

    ResponderExcluir
  36. Cân. 214 -- Os fiéis têm o direito de prestar culto a Deus segundo as prescri ções do rito próprio aprovado pelos legítimos Pastores da Igreja, e de seguir umaforma própria de vida espiritual, consentânea com a doutrina da Igreja.

    ResponderExcluir
  37. Gente devemos obedecer o papa, se a Igreja aprovou no passado esta devoção e Canonizou São Luis de Grignom de Montfort então não temos o que temer. O papa é o sucessor que Cristo nos deixou, só ele não pode errar em seus decretos.

    ResponderExcluir
  38. Salve a Rainha dos Cristãos!!!

    Amado (as) em Cristo,hoje viremos uma Sta Escravidão diferente do tempo de São Luis, precisamos todos os dias nosão alimentarmos das palavras deste livro de ourosas, para nn cairmos no comodismo e vivermos mesmo a grande proposta do Tratado, as pessoas que fazem suas consagrações e posteriormente nn a vivem como deveríamos, correm o risco que influência outros a fazebra o mesmo, vamos nos levantar e combater com muita força, tudo o que nn faz parte dasuperior palavras de São Luiz. Sabemos que ao longo do tempo muitos Papa, Bispos, Padres e Leigos, defendem os escritos e sua vivência. Creio que nn cabe a nós hoje (ano 2016), criarmos muros, barreiras ou quaisquer obstáculos contra a Sta Escravidão. Sabemos ao certo que todas as aparições da Virgem Ssma, já nos alerta pra todas as coisas futuras dentro da Sta Igreja. Visitamos a camisa e lutemos com amor pela propagação de uma vida nova através destá Consagração. "Foi por meio da Virgem Maria que Jesuse veio ao mundo e é por meio dela que Ele deve reinar no mundo"

    Ssma Virgem Rosa Mística, rogai por nós!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que falta um termo serios a Santissima Escravidão: Sermos Santos, como Deus é Santo. Não podemos colocar a escravidão em um modo de comodismo, status, modismo. A nossa escravidão, tem que gerar em nós, frutos de conversão e de Santidade, como Maria é. Ser todo de Maria, é estar na escola Dela,e por Ela, aprender a ser Santo. Não é sóalgo de momento,e depois fica preso no tempo. É algo sempre em movimento, é algo que nos leve a viver o amor na radicalidade.Precisamos ser diferente, uma nação Cristã, com potencial enorme para viver a Santidade. Sem isso, a escravidão não tem força alguma, porque tudo depende de nossa resposta, de nossa decisão de vida: Ou Santos, ou Nada

      Excluir
  39. Não sou contra nem muito menos a favor sou escravo a um ano.Só digo que devemos olhar as práticas espirituais e não o que usamos pois isso é passageiro mais o que construímos em nossas vidas e em nosso coração é eterno um véu ou uma cadeia não vai mudar o que somos nem o que desejamos ser.Somos filhos, escravos e servos de Nossa Senhora e de seu filho Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem Aloisio. Precisamos ir muito mais além dos acessorios. Precisamos ser, e viver isso de forma radical. Tirar de nós esses acessorios, não vai anular o que somos, e para qual destino fomos criados. Deixemos de ser Crianças, e começemos a viver de forma radical, bela, ordenada o ser todo de Maria. Maria não ficou parada, olhando o tempo passa. Maria, não parou em sua gravidex, ela foi em busca de Isabel, e levou o Espirito Santo. Se, um por um lado, param as Consagrações, precisamos viver no tempo o ser todo de Deus, circulos Biblico, Evangelização, a rezar do Santo Rosario. Que tipo de Cristãos somos? O tempo é de lua, é de mudanças. Não podemos ser iguais aos outros, medir com a mesma regua. Sejamos diferentes, sejamos Santos. Quando chegarmos ao céu, Deus não vai perguntar pela minha correntinha, ou o meu veú. Deus irá me perguntar quanto eu amei de verdade, o quanto eu vivi de forma plena o amor, com que Maria viveu.

      Excluir
  40. Que tristeza! A que ponto chegamos???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo isso por causa da mania de certas pessoas de colocarem modernistas num pedestal.
      "olha...é um bispo da Igreja Católica,tenham consciência disso"
      VAI NESSA...

      Excluir
    2. Tristeza é a nossa, nessa murmuração diabolica que estamos tendo. É isso que o demonio quer. Essa pequena contrariedade, não pode nos derrubar, e nem pode nos fazer entrar em guerra contra a Igreja. Deus não quer isso. A consagração a Maria,é para vivermos de fato amor na radicalidade. Ser todo de Maria, não nos livrará dos sofrimentos, das decepções. Mas, nos fará ver e tratar as coisas de forma diferente, como Maria faz. Acontece que, NÃO estamos entendendo NADA como viver essa Consagração, e acredito que o Bispo esteja fazendo a coisa "certa" com relação a isso. É hora de viver a Consagração de forma verdadeira e ordenada. É hora de sermos diferente,é hora de exalar nesse país, o perfume da Santidade. Ou isso, ou nada.

      Excluir
  41. O importante é que a devoção a nossa senhora nasse em nosso coração o Bispo como os padres etc podem fala muitas coisas mais é para nos melhorar a cada ano não podemos critica será qUE tudo o que coloca é o demônio que esta colocando não podemosdisser que é sem certeza o próprio jesus falou para Maria eis ai teu filho o dos nos damos filho predileto de nossa senhora Amado e respeitado por ela é por seu filho jesus o importante não é reclama o importante É nos ser humilde de coração e seu foi o próprio jesus que escreveu nos também vai reclama nos não sabemos como é jesus tanto que nossa senhora foi achada no Rio Nilo negra isso para nos saber que ela não escolhe a cor das pessoas mais sim o seu amor com as outras pessoas partilha tem muitas coisas que Império tem que muda dentro de nos as vezes precisamos fazer uma viagem para dentro de nos para nos ver o certo e o errado que nos faz não vamos reclama mais sim deixa para saber o que vem nesse anos que vai comesar O que é importante na vida ser devoto e agir como devoto ou fica reclamando com tudo

    ResponderExcluir
  42. Maria não quer, nem precisa de escravos, seja de amor ou de qualquer outro termo que queiramos dar, Cristo é libertador, é ilógico pensa e que sua mãe gostaria de escravos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. trecho da carta : CARTA DO PAPA JOÃO PAULO II
      ÀS FAMÍLIAS MONFORTINAS
      SOBRE A DOUTRINA DO SEU FUNDADOR
      O espírito desta devoção... é
      tornar a alma interiormente dependente e escrava da Santíssima Virgem e de Jesus por meio
      dela" (Segredo de Maria, 44). Paradoxalmente, este "vínculo de caridade", esta "escravidão de
      amor" torna o homem plenamente livre, com a verdadeira liberdade dos filhos de Deus (cf.
      Tratado sobre a verdadeira devoção, 169). Trata-se de se entregar totalmente a Jesus,
      respondendo ao Amor com que Ele nos amou primeiro. Qualquer pessoa que viver neste amor
      pode dizer como São Paulo: "Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim" (Gl 2, 20).
      https://w2.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/letters/2004/documents/hf_jp-ii_let_20040113_famiglie-monfortane.html

      Excluir
    2. Jheysson Cristian, o pecado muito nos feriu, e desordenou o amor. O amor humanos estar doente. Há em nós, uma profunda arrogancia, prepotencia. Achamos que sabemos de tudo, tudo dominamos, e que não precisamos dessas coisas, já sabemos o caminho, etc, etc. Ser escravo da Ma~e, comporta EU, e VOCE, não fazermos a nossa vontade. Deus precisa estar no centro de nossa vida, como esteve e estar no Centro da Vida da Ma~e. Deus encontrou Nela toda a disposição para ajudar na Salvação da humanidade. Maria sabe o caminho, sabe a formula. Estar com Ela, para sermos Santos. É preciso coragem renuncia, e disposição. Isso não é para crianças. Somente para quem deseja enfrentar, ser diferente. Ou Santos ou nada.

      Excluir
  43. O espírito desta devoção... é
    tornar a alma interiormente dependente e escrava da Santíssima Virgem e de Jesus por meio
    dela" (Segredo de Maria, 44). Paradoxalmente, este "vínculo de caridade", esta "escravidão de
    amor" torna o homem plenamente livre, com a verdadeira liberdade dos filhos de Deus (cf.
    Tratado sobre a verdadeira devoção, 169). Trata-se de se entregar totalmente a Jesus,
    respondendo ao Amor com que Ele nos amou primeiro. Qualquer pessoa que viver neste amor
    pode dizer como São Paulo: "Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim" (Gl 2, 20).https://w2.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/letters/2004/documents/hf_jp-ii_let_20040113_famiglie-monfortane.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tadinha de minha mãe! Não conheceu nada disso. E, nos amou com amor verdadeiro.

      Excluir
  44. Obedeçamos ... o pai da rebeldia é o proprio chefe do inferno Lucifer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obedecer a quem não obedece é cegueira! É um cego que guia outros cegos.

      Excluir
  45. Sou totalmente a favor de tudo que meu bispo disse! Muitos que não estão entendendo o que ele quis dizer. Tem tanta gente que se consagra apenas pq todo mundo está se consagrando, pq é "bonitinho" e esquece da verdadeira intenção. O externo é apenas um pequeno detalhe, a verdadeira devoção vem de dentro!

    ResponderExcluir
  46. Creio que a exortação dada pelo Bispo tenha um grande propósito: Alertar a respeito das superficialidades que muitos estão usando com relação a consagração à Santíssima Virgem. Inclusive, no Tratado da Verdadeira Devoção, diz que uma das características da consagração é que a mesma é interior e infelizmente, alguns consagrados não têm lembrado disso, e acabam resumindo a consagração apenas a certas vestes, véus e correntes. Quando na verdade, a consagração deve nos levar a ter uma profunda intimidade com Jesus, partindo de um amadurecimento e florescimento do nosso interior. As demais coisas, são consequências, todavia devemos nos vigiar.
    Talvez tenha sido assim o comportamento de alguns de sua Diocese, e ele como pastor, deve orientar suas ovelhas. Não cabe à nós julgá-lo, apenas rezar para que a vontade de Deus aconteça. Afinal, não cabe à nós criticar ninguém, e justamente um Bispo que é um pastor, somos apenas ovelhas, e não maiores que nossos pastores.
    Salve Maria Imaculada! Deus abençoe.

    ResponderExcluir
  47. Esse Bispo deveria conhecer alguma coisa da história da Igreja. Mas é moda na CNBB. Conhecer mesmo só de marxismo. Vou continuar a usar minha cadeia de Nossa Senhora, que muito me conforta. Esse Bispo chamaria a atenção de São João Paulo II por usar a cadeia? Proibiria São Pio de Pietrocina de exibir sua corrente? Não me venham com panos quentes para um Bispo que não demonstra conhecimento e nem respeita sua igreja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que seria da nossa vida sem os questionamentos. São eles para conduzir a uma firme ideia.
      Mas, se estou da Igreja é porque uso da obediência.
      Sou bem aventurado como Maria, porque temos um Deus que se tornou como nós e conheceu nossa fragilidade humana e se doou na cruz por nós.

      Excluir
  48. Quanta cegueira!
    Um novo Judas traidor!
    É um cego que guia outros cegos, e ambos caíram no mesmo buraco.

    ResponderExcluir
  49. Pax!
    Engraçado o fato de alguns considerarem em seus comentarios acima, boa, tal atitude do Bispo, justificando que ele não proibiu a devoção a Beata sempre Virgem Maria pelo tratato de São Luiz de Monfort, mas quer que os seus vivam a essência.(???) Mentiroso é esse bispo, que audácia a dele de diminuir as palavras de Um Santo,"escravidão" como nao ser isso? Achar demasiado exagero no uso do véu, dos objetos exteriores como forma de devoção a Mãe Santíssima. É meio poderosíssimo de vencer a si e ao diabo as práticas exteriores, Se for assim não façamos mais jejum e penitência quando a igreja pede...ah é exagero demais.... hoje tudo é exagero, por isso acho melhor padres e bispos assim não usarem batina, a minha vergonha seria maior, isto de fato não é Católico e como pode ser ele considerado pastor? Não sou sedevacantista, mas, não me sujeitaria ao capricho desse bispo que com isso não serve mais a Deus, mas a si ou ao diabo.

    ResponderExcluir
  50. O bispo de Uruaçu-GO está correto. Maria não quer correntes! Jesus não quer escravos! O uso desses termos oprime e aliena!Jesus, no NT, nos convida a tratarmo-nos como irmãos. Essa devoção não é maior que o evangelho! O bispo com esse decreto está evitando que católicos deixem a igreja por falta de conhecimento teológico. Com esse decreto ele está ressaltando que Cristo é o centro! Muitos católicos hoje deixam a igreja por poucas palavras proferidas por outros cristãos separados que explicam claramente o caráter cristocêntrico da fé! Maria deu seu exemplo de SIM a Deus recebendo seu Filho no ventre(devoção alguma é maior que seu SIM amoroso). CORRENTES são símbolos de sofrimento, escravidão e opressão! Nosso Deus é fraternidade, amor e liberdade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida cristã está cheia de pincuricaios que precisam ser descartados como impecilio para que descubramos e abracemos a vidade que liberta. O proprio Jesus foi mal interpretado e contrariado em sua vontade. Ele nao quis ser rei em vida e o tornaram rei depois da morte. Afirmou ser o caminho e fizeram dele o fim da viagem. Ele nos convidou a tomar a nossa cruz e segui-lo, e fizeram de sua cruz uma salvaçao um porto seguro. Estar crucificado é estar comn braços e pernas atados e , portanto, sem condição de caminhar. A devoção mal compreendida transforma-se em in-ação.

      Excluir
    2. Destrua a família. Começa por nossa Senhora.

      Excluir
  51. Tão típico da CNBB kkkkkkkk por que vocês tem medo que as pessoas tenham um real relacionamento com Jesus e Maria? Consagrem-se e não parem até que todos ao seu redor consagrem-se também❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Típico do evangelho, nada a ver com a CNBB. Cristo é o centro!

      Excluir
  52. Amo nossa Senhora e a respeito como mãe de Deus e nossa mãe e acredito que o Bispo quer colocar os católicos na mesma "sintonia" eu vejo que muitos estao se dispersando da fé em Cristo nosso Senhor, pq no seu mandamento esta : amar a Deus sobre todas as coisas! E muitos católicos seguem padres favoritos, ou igrejas lotam devido de como a missa é celebrada ou ate mesmo o que a igreja "promove" para seus fieis como a consagração a Maria. Eu gostaria que fosse consagração a Jesus cristo com sua mãe Maria, vejo uma divisão e a impressão é que o bispo esta certo, amamos Maria Nossa Senhora mas não podemos esquecer que antes da mãe Celeste vem seu filho Jesus, para que possamos chegar ao Pai criador. Quando ha consagração de Maria eu vejo que não é falado mostrado relembrado afirmado a Jesus, só a Maria, vc quer que Nossa Senhora seja passada como imagem ao nossos "criatura" maior que Deus? Católicos não podemos acabar com nossa igreja assim com essa divisão Vamos amar Jesus com Maria!!! Chegaremos ao Pai e derrubaremos muralhas aos olhos do nosso inimigo! Irmãos precisam ser resgatado na fé católica!!!! É so olhar nas discusoes o medo de ficar sem a consagração de Maria... e por que não consagrar a Jesus c
    Junto de sua Mãe Maria!!!! "Quando dois estiverem falando de mim eu estarei presente" nao foi isso que Jesus disse?

    ResponderExcluir
  53. Falso devoto de nossa senhora, acho que ele não leu essa parte do tratado.

    ResponderExcluir
  54. Caros irmãos, estamos vendo apenas uma lado da situação. Ninguém aqui sabe o que realmente aconteceu para o bispo publicar o referido decreto. Como por exemplo, pode ter existido excessos, que vão realmente contra o Direito Canônico, Catecismo.... Antes de tecer qualquer opinião devemos conhecer verdadeiramente todos os lados do fato. Não sejam como a maioria do mundo: EU ACHO... E MEUS ACHISMO É A PURA VERDADE VERDADEIRA.

    ResponderExcluir
  55. Definitivamente, a fumaça de satanás entrou na Igreja. Mesmo com a pompa e retórica e nulo este "documento".

    ResponderExcluir
  56. Eu sou ESCRAVO da Santíssima Virgem Maria Mãe de Deus. Todos os méritos que eu alcancei e os que ainda venha a alcançar nesta vida são dela para que os use como melhor lhe convier. O Salvador veio à mim por meio dela e só por meio dela poderei ir à Ele. E eu não quero que ela me revele como isso se dará, do contrário posso me meter e estragar tudo.
    Salve Maria.

    ResponderExcluir
  57. Um bispo que proíbe o uso do véu é um bispo que se deve obedecer? Afinal, em que bispo confira neste país cismático?

    ResponderExcluir
  58. Aos que somente criticaram o bispo, pergunto: será que ao menos sabem o motivo de tal manifestação?

    ResponderExcluir
  59. Apenas um comentário, penso que houve em alguns comentários desrespeito com o bispo em questão.Ele e é o responsável primeiro pelas almas da diocese em questao e e ele fez o que achou mais prudente no que se refere ao assunto em questão.Nao vi arbitrariedade vi apenas um pastor preocupado com o bem das ovelhas a ele confiadas. Ass. Diacono Ronaldo Rosa De Oliveira - Arquidiocese de Vitoria do Espírito Santo

    ResponderExcluir
  60. https://w2.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/letters/2004/documents/hf_jp-ii_let_20040113_famiglie-monfortane.html

    ResponderExcluir
  61. Em momento nenhum ele proibiu ou sequer "falou mal" ele só está evitando os exageros. Entendam bem o Bispo, os exageros estão se sobressaindo ao próprio catolicismo. Claro q nem todos os consagrados são assim, mas tem uma minoria exagerando. Observem bem

    ResponderExcluir
  62. Se bispo se preocupasse com o bem das ovelhas não ia se preocupar logo com o véu e as cadeias e sim com as minissaias , as calças coladas, os decotes , as bermudas e roupas não só imodestas qual está cheio na maioria das Igrejas e que ninguém fala nada , a caçada deveria ser a estes e por amor de suas almas. Pois foi Nossa Senhora que disse em Fátima o cristão não deve andar com as modas e mais ela ofende muito a Nosso senhor.Maria foi a primeira que se manisfestou escrava. Eis aqui a escrava do Senhor! Quanto mais escravos Dela mais livre do mundo e livre de satanás.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, as roupas de hoje dá até vergonha.

      Excluir
  63. Bispo tem tanta coisa pra se preocupar do que com veio na cabeca dos fieis, coisa que ate a carta de Sao Paulo aos Corintiaos cita, e vossa excelencia fica tentando se aparecer indo contra a fe e a reverencia dos fieis. Ou seja conta o amor dos fies a sensibilidade a nossa Senhora ao ponto de se consagrarem. O que o senhor tem contra isso, e formado em escola protestante quer ser mais que Sao Luiz Maria de Grinmonfort? Pelo amor de Deus vai cuidar dos pobres de sua diocese e siga o exemplonde Sao Joao XXIII que visitou os presos na noite de natal que o senhor estara mais em evidencia do que ferindo a sensibilidade e a piedade popular dos seus fiéis.

    ResponderExcluir
  64. Isso que o Bispo está fazendo é ridículo. A minha consagração, foi um meio de santificação que mais me trouxe efeito, para que, eu tivesse uma vida de santidade. E sobre as cadeinhas; eu, tenho uma cadeia da corrente grossa, as pessoas me perguntam sabe o que?!!? P=Lucas vc ta querendo é ser cachorro!?kkkk! EU: ai eu tenho que explicar que aquilo é uma consagração...... E não por ´´modinha``ou ´´estilo`` como ele diz.

    ResponderExcluir
  65. A Consagração a Nossa Senhora é um sacramento que exige muita santidade da parte do servo isso era para os Padres, Bispos poderem aproveitar para fazer com que muitas pessoa levem os mandamentos mais a sério, levar a Eucaristía! mais a sério!...
    ....... E o quê que a pessoa faz?...? tenta tirar, um meio de santificação que levou muitas pessoas a conversão, e, a ter mais respeito ao nosso Senhor Jesus e a Virgem Maria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazer o quê? tem uns que ainda tentam defender esse decreto. CONSAGRADOS!!!! que defendem esse decreto!
      Mas como diz o velho ditado: manda quem pode e obedece que tem juízo.

      Excluir
  66. Eu por inspiração de Deus pergunto a TODOS VOCÊS:
    Será que Jesus e Maria nesse momento, estão batendo palmas e feliz com o decreto? ou Estão tristes com a imposição do Bispo na igreja que não é comandada por ele, mas sim por Deus??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai Vocês que escolhem se vão olhar para isso com o olhar do ser humano(pecador), OU! com o olhar de Deus....
      A paz do Senhor e o amor de Maria a todos!

      Excluir
    2. Para mim, isso só mostra que é o caminho certo... cheio de perseguição, humilhação, injustiça! Jesus já nos alertou! Não é novidade. Tempos difíceis virão. Podem me arrancar o véu, podem me arrancar a corrente, mas não podem arrancar Cristo do meu coração, mesmo que me arranquem a vida. O meu amor a Jesus que me vem sendo ensinado por Maria, por ser cada dia modelada por ela, porque escolhi ser ESCRAVA de Jesus, por suas mãos, isso ninguém pode tirar!TOTUS TUUS MARIAE! Que Jesus Misericordioso nos dê forças! Dias difíceis virão. Unamo-nos em oração consagrados!

      Excluir
    3. Obrigado Sheila, precisávamos ouvir isso❤

      Excluir
  67. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  68. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  69. Leiam o livro confissões do inferno, do Pe Amorth...nós já não devemos obediencia aos bispos nem padres...somente santissima trindade, Virgem Maria e Papa....devido a estas situações...estamos na altura dos falsos profetas...Nossa Senhora envia bastantes recados através dos exorcismos...até as missas modernas não estão de acordo com a santissima trindade desde a decada de 70, devido a uma mentalidade de modernização da igreja...e a decisão deste Bispo, vem dessa modernização que não agrada nada a Santissima Trindade

    ResponderExcluir
  70. Meus caríssimos irmãos, paz.
    A princípio, temos que analisar ato promulgado pelo bispo da referida diocese. Vejamos: a Mãe de Deus é a Virgem do Silêncio. Não quis ser maior que seu Filho e não quer. Ela encaminha os filhos seus pelo Amor que eles têm ao seu Imaculado Coração. Ela nos quer próxima a ela, pois, como nos lembra do grande Pe. Zezinho, "Ela entende mais de Jesus que todos nós". Aqui não encontramos nada além do que a Igreja determina. Vejo que a recomendação do bispo pode ter fundamentos, pois devemos analisar se, naquela comunidade ou paróquia, há grupos que preguem uma devoção à Virgem Maria que esteja fora da realidade proposta pela Igreja. Creio que um bispo não promulgaria tal decreto se não houvesse fundamento. Temos que ter certezas dos fatos para, depois, darmos um juízo de valor. Abraços a todos e Salve a Virgem Maria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro... vamos a realidade. você não viu o fundamento que o bispo deu aqui neste documento!?
      o fundamento, que ele cita aqui é, que cadeinha e véu de consagração são modinhas passageiras.

      Excluir
    2. e é por isso que ele quer banir cadeias e véu da igreja.

      Excluir
  71. Interessante é que não destacaram em vermelho que o Bispo de Uruaçu restringiu o decreto à Diocese de Uruaçu, logo quem tem que se manifestar contra ou a favor são o povo e o clero da supracitada diocese. E se ele na condição de pastor daquela parcela do povo de Deus na Diocese de Uruaçu emitiu tal decreto, teve motivos para isso. Porém cabe a toda Igreja do Brasil,já que o decreto está causando muitos comentários, refletir sobre tal assunto. Até o presente momento nenhuma autoridade eclesiástica do Brasil tinha se manifestado sobre esse assunto, mas agora que um BISPO DA SANTA MADRE IGREJA se pronunciou, merece crédito SIM. O presente decreto mostra a preocupação de um pastor com suas ovelhas, ora se ele, como foi dito a cima, "um servo de satanás", não faria isso, pois os que são Igreja sabem que satanás é aquele que divide/dispersa. Ao povo da Diocese de Uruaçu, ouçam o vosso Bispo, ele é voz de e de Deus da Igreja para vocês! Um Feliz e Santo Natal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu irmão você acha que Jesus esta achando isso bom ou ruim?
      Nós consagrados temos que nos manifestar mesmo, pois o Bispo pede também que muitos padres adotem esse método para sua paróquia.
      E ai que nos temos que nos manifestar, POR QUE TA REPREENDIDO SE NA MINHA PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS ( a senhora das correntes) ADOTE ESSE DECRETO.

      Excluir
    2. UnKnown , você está certíssimo , quando fala , que quem tem que se manifestar a respeito desse decreto , é os paroquianos da Diocese de Uruaçu , visto que o decreto é direcionado a DIOCESE DE URUAÇU , e posso AFIRMAR que Dom Messias , conhece muito bem a REALIDADE da diocese a qual ele pastoreia . E eu como , uma de suas ovelhas , posso dizer que ele é um BOM PASTOR .

      Excluir
  72. Queridos irmãos em Cristo Jesus.
    Paz e Bem a todos!
    Em atenção a nota em epigrafe, devemos observar que somente aquele que realmente estudou o tratado e discerniu as colocações de São Luís G.Monfort, em relação a Maria é que entenderá a colocação e o cuidado desse Bispo.
    Portanto vamos rezar pela nossa igreja para que não sejamos hipócritas e passamos a condenar com nossos julgamentos, aqueles que são os responsáveis pelo pastoreio de suas ovelhas.

    ResponderExcluir
  73. Queridos irmãos em Cristo Jesus.
    Paz e Bem a todos!
    Em atenção a nota em epigrafe, devemos observar que somente aquele que realmente estudou o tratado e discerniu as colocações de São Luís G.Monfort, em relação a Maria é que entenderá a colocação e o cuidado desse Bispo.
    Portanto vamos rezar pela nossa igreja para que não sejamos hipócritas e passamos a condenar com nossos julgamentos, aqueles que são os responsáveis pelo pastoreio de suas ovelhas.

    ResponderExcluir
  74. Infelizmente é preciso dizer que muitos católicos, hoje, aproximam-se, sim senhor, da idolatria com relação á Nossa Senhora. O Tratado de São Luís Montfort sempre gerou polêmica no seio da Igreja, desde o seu lançamento, não necessariamente pelos seus conteúdos, mas porque está repleto de afirmações que, se não forem bem compreendidas em sintonia com a Sã Doutrina, podem levar à confusão do que significa ser cristão católico. Antes de sermos marianos, somos cristãos. Muita gente, porém, vêm esquecendo este princípio fundamental da nossa fé, e isso é perigoso. O Tratado, assim como a Bíblia, deve ser lido no seu conjunto de capítulos, com coerência, e também com muito cuidado. Não há como negar que muitos católicos acabam, sim, dando motivos aos nossos irmãos afastados, que (por vezes com razão) nos acusam de idolatria, quando exageram em suas devoções marianas, colocando, na prática, Maria no centro de sua vida de fé e devoção, isto é um fato inegável. Vejo, aqui mesmo, como muitos se referem a Maria usando "Ela" com inicial maiúscula, uso que a Igreja desde sempre reservou somente e exclusivamente a Deus – porque é Deus.

    O Centro da nossa vida de fé é Jesus, o auge é Jesus, o sentido é Jesus. Enquanto Igreja, somos CORPO DE CRISTO; vivemos e somos EM CRISTO, POR CRISTO E EM CRISTO. Todavia conheço católicos que são incapazes de falar diretamente a Jesus, e isto é muito triste.

    Muitíssimos títulos de honra a Igreja deu à Maria, porém nos cabe procurar entendê-los corretamente. Sim, há exageros da parte de alguns que parecem querer elevar a Mãe de Deus mais alto que o próprio Deus. Mais alto do que, com certeza, ela mesma deseja ser elevada. Estes estão no lado oposto daqueles que a desrespeitam e renegam a sua imensa honra. Uns, na ânsia de anunciar as virtudes da Mãe, exageram; outros, no zelo de defender o papel único do Filho de Deus, terminam por desprezar o maravilhoso legado da desde sempre amada e venerada Mãe da Igreja.

    A Igreja sabe o que é o Reino de Deus, quem é Jesus e quem é Maria, e nós precisamos aprender essas coisas. Devemos aprender a amar Maria com uma devoção pura e autêntica; mas jamais será possível ao verdadeiro cristão deixar de ter Jesus Cristo como centro de sua vida, de sua fé e de suas orações. É sempre necessário falar diretamente com Jesus e com o Pai, e pedir a luz do Espírito Santo.

    Podemos e devemos também falar com nossa Mãe do Céu –, e devemos fazê-lo sabendo que com isto ganharemos muito –, mas sabendo também que falar com Jesus é falar com Deus, e que falar com Maria é falar com o ser humano mais especial que já existiu e que está no Céu com Deus, em lugar também privilegiadíssimo.

    www.ofielcatolico.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ordenar um pouco a vossa confusão: " Infelizmente é preciso dizer que muitos católicos, hoje, aproximam-se, sim senhor, da idolatria com relação á Nossa Senhora(...) Vejo, aqui mesmo, como muitos se referem a Maria usando "Ela" com inicial maiúscula, uso que a Igreja desde sempre reservou somente e exclusivamente a Deus – porque é Deus. O Centro da nossa vida de fé é Jesus, o auge é Jesus, o sentido é Jesus. Enquanto Igreja, somos CORPO DE CRISTO; vivemos e somos EM CRISTO, POR CRISTO E EM CRISTO. Todavia conheço católicos que são incapazes de falar diretamente a Jesus, e isto é muito triste" - Bom, para começo de conversa, NÃO existe nenhum furto de imagem e verdadeira Adoração a Deus, quando nos dirigimos a Maria. Ou, como Padre Paulo Ricardo fala: "A Lua jamais rouba o brilho do Sol. O Brilho da Lua, é apenas o reflexo da Luz do Sol. Tudo é do Sol" - Maria, não rouba a Gloria de Deus, Maria, dá Glorias a Deus, quando somos conquistados e educados por Ela, para chegar a Deus. Eu, Julio Cesar, confesso que não tenho nenhum merito para estar perto do Rei dos reis. Preciso de Maria, para moldar em mim, a imagem e semelhança de seu filho. Sou ainda muito orgulho, prepotente, arrogante, infantilizado, preguiçoso, cheio de muito querer. Preciso da Mãe para me educar, para me levar a Deus. Vejamos bem na palavra de Deus, onde Maria se espelha aqui, e onde, devemos também nos espelhar: Mateus 5: Vós sois Sal e Luz do Mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha nem se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa.Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus. - O SIM de Maria, faz brilhar ao mundo, o amor de Deus, e as pessoas vão a Deus, por meio Dela, a mais pura entre as criaturas. Se, fosse pecado, um grave pecado, amar a Deus por meio Dela, jamais Deus teria a criado, porque Deus sabe todas as coisas, domina tudo. Para Deus, nada se perde. Para Deus tudo é sinal de atração para o seu amor. Tolos somos nós, e não os nossos irmãos afastados. O exagero, pode muito bem estar embasado na procura, e não vivencia dos Mandamentos. Podemos estar nos Consagrando de qualquer jeito e forma, sem estar completamente comprometidos com a Igreja, e com os irmãos. Podemos estar nos Consagrando, e não estarmos vivendo o sabor da Santidade. Precisamos ser Santos. Chega de catolicos apenas de estar presente, precisamos ser vivos, hostias vivas d amor de Deus para o mundo

      Excluir
  75. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  76. Calma, Irmãos, a Igreja nasceu da Ação do Espírito Santo e da obediência, neste caso a Decisão do Bispo se refere a diocese de Uruaçu, onde os fiéis devem obedecer. que os irmãos desta diocese, num primeiro momento obedeçam, e procurem seus padres para dialogarem. Quanto aos demais de varias partes do Brasil, este decreto se refere a Diocese de Uruaçu e aos fieis desta localidade. Aguardemos uma posição da CNBB e da Igreja sob tal decreto. Devemos orar pelos irmão que são submetidos a este decreto,e pedir as luzes do Espirito sob nosso lideres, para que pautemos nossa vida para o melhor da Igreja e do Corpo de Cristo, que somos nós todos. Em, em Deus, fiquem todos.... Paz e Bem... Salve Maria.

    ResponderExcluir
  77. Penso que tem muitos Padres e Bispos querendo se aparecer demais. Com tantas coisas mais sérias pra resolver, esse Bispo vem atentar contra essa consagração. É por isso que a Igreja Católica está perdendo fiéis para as Igrejas Evangélicas. É muita coisa desnecessária. Ao Invés de unir, ele divide. Falta humildade, simplicidade e zelo com as ovelhas. Esse decreto é desnecessário, pois ele atenta contra a fé, a religiosidade e a piedade popular do povo de Deus. E outra, o filhos de Deus que buscam essa consagração já estão vivendo um lindo gesto de ser de Deus, quando poderiam estar entregues ao pecado, a uma vida devassa ou mesmo ao crime. Aí as pessoas buscam abrigo em Cristo e na Igreja e encontra uma parede dessa, como esse Bispo que de forma autoritária, os afasta de Deus. Não concordo com esse Bispo.

    ResponderExcluir
  78. Paremos de discutir coisas vans, e vejamos a explicaçao Clara dada Por Pe Paulo do que pq o Bispo alertou, modinha nao, mas sim Santidade, Mudança de vida
    https://www.youtube.com/watch?v=84_zHebnWhs

    ResponderExcluir
  79. Porque tanta gente está incomodada com a decisão de que "qualquer manifestação tenha o aval do Bispo "? Isso é muito comum em um movimento de desobedientes !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é justamente o Bispo não dar aval, seu imbecil. É absurdo que o bispo proíba uma prática aprovada pela igreja. E veja que engraçado, você os chama de "movimento de desobedientes", mas não havia nenhuma decisão do Bispo que eles estivessem desobedecendo até o momento em que esse decreto autoritário foi emitido.

      Excluir
  80. Vcs desse intituto estão promovendo a discórdia !!! Vamos acordar povão !!!!! Esses caras ñ dão só a notícia mas querem questionar com perguntas e indagações maliciósas !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem está promovendo a discórdia é o bispo, ao proibir uma prática devocional pessoal aprovada pela Igreja.

      Excluir
  81. porque ele não critica as mulheres semi nuas na igreja
    ???

    ResponderExcluir
  82. Eu fiz a consagração a Nossa Senhora segundo o método de S. Luís, sou da diocese de Uruaçu e conheço o Bispo que tenho. Sei que ele não quis ofender e muito menos se colocar contra a consagração, muito pelo contrário ele é um Bispo Mariano, que sempre incentivou a devoção a Nossa Senhora, inclusive temos dois santuários marianos em nossa diocese, e ele sempre se fez e faz presente nas romarias. Penso que devemos respeitar seu jeito de pastorear. Dom Messias falou ao seu rebanho, deu orienações claras sem macular ou diminuir a imagem de Nossa Senhora, antes e julgar precisamos entender, ler com respeito, pedir ajuda ao Espírito Santo e a própria Nossa Senhora, para que nossa visão não fique distorcida. "Não é pela força, mas pelo Espírito". Dom Messias é um bom pastor, um homem sensato, honesto e temente a Deus. Não quero ofender ninguém, mas peço, em nome de Jesus e por amor a Maria, que pensem antes de julgar, Deus não nos deu esse direito. Não ofendam um consagrado, escolhido por Deus... não façam isso... Se você ama Maria de verdade, olhe com os olhos dEla, sinta com o coração dEla, pense com a mente dEla e você terá a linda surpresa de ver nesse decreto a ação de um homem, um consagrado, um BISPO que age com e por amor... amor a Deus, amor a Maria e aos filhos que Deus lhe confiou! Deus os abençoe, a todos... sem distinção. Que o Senhor perdoe os nossos pecados e maria Santíssima interceda por nós!

    ResponderExcluir
  83. Eu fiz a consagração a Nossa Senhora segundo o método de S. Luís, sou da diocese de Uruaçu e conheço o Bispo que tenho. Sei que ele não quis ofender e muito menos se colocar contra a consagração, muito pelo contrário ele é um Bispo Mariano, que sempre incentivou a devoção a Nossa Senhora, inclusive temos dois santuários marianos em nossa diocese, e ele sempre se fez e faz presente nas romarias. Penso que devemos respeitar seu jeito de pastorear. Dom Messias falou ao seu rebanho, deu orienações claras sem macular ou diminuir a imagem de Nossa Senhora, antes e julgar precisamos entender, ler com respeito, pedir ajuda ao Espírito Santo e a própria Nossa Senhora, para que nossa visão não fique distorcida. "Não é pela força, mas pelo Espírito". Dom Messias é um bom pastor, um homem sensato, honesto e temente a Deus. Não quero ofender ninguém, mas peço, em nome de Jesus e por amor a Maria, que pensem antes de julgar, Deus não nos deu esse direito. Não ofendam um consagrado, escolhido por Deus... não façam isso... Se você ama Maria de verdade, olhe com os olhos dEla, sinta com o coração dEla, pense com a mente dEla e você terá a linda surpresa de ver nesse decreto a ação de um homem, um consagrado, um BISPO que age com e por amor... amor a Deus, amor a Maria e aos filhos que Deus lhe confiou! Deus os abençoe, a todos... sem distinção. Que o Senhor perdoe os nossos pecados e maria Santíssima interceda por nós!

    ResponderExcluir